Vontade de escrever – Texto de Clarice Lispector

Texto de Clarice Lispector

Todo mundo que aprendeu a ler e escrever tem uma certa vontade de escrever. É legítimo: todo o ser tem algo a dizer. Mas é preciso mais do que a vontade para escrever. Ângela diz, como milhares de pessoas dizem (e com razão): “minha vida é um verdadeiro romance, se eu escrevesse contando ninguém acreditaria”. E é verdade. A vida de cada pessoa é passível de um aprofundamento doloroso e a vida de cada pessoa é “inacreditável”. O que devem fazer essas pessoas? O que Ângela faz: escrever sem nenhum compromisso. Às vezes uma só linha basta para salvar o próprio coração. in Um Sopro de Vida – não só uma frase de Clarice Lispector mas um texto completo.

Relacionados

Frase sobre livro
Não era mais uma menina com um livro: era uma mulher com seu amante.
Onde aprender a odiar para não morrer de amor?
Frase sobre rosa
Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso um grande coração para incluir os espinhos. Clarice Lispector.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz - Clarice Lispector.
Frase sobre ferir
Só uma coisa a favor de mim eu posso dizer: nunca feri de propósito. E também me dói quando percebo que feri.
Estou com saudade de mim. Ando pouco recolhida, atendendo demais ao telefone, escrevo depressa, vivo depressa. Onde está eu? Preciso fazer um retiro espiritual e encontrar-me enfim - enfim, mas que medo - de mim mesma. - Clarice Lispector.
Mensagem de primavera
E assim como a primavera, eu me deixei cortar para vir mais forte...
Perder-se também é caminho - Clarice Lispector.
Linda frase sobre ilusão
Faz de conta que tudo que ela tinha não era de faz de conta. Clarice Lispector.
Ah, meu amor, não tenhas medo da carência: ela é o nosso destino maior. O amor é tão mais fatal do que eu havia pensado, o amor é tão inerente quanto a própria carência, e nós somos garantidos por uma necessidade que se renovará continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça - que se chama paixão. - Clarice Lispector.